24 setembro, 2015

Bom dia





















É só o tempo lá fora. Respire fundo, tome um café.
Diga bom dia. Vai dar tudo certo.

22 setembro, 2015

12 setembro, 2015

Beijo


E quando seus lábios encontraram os meus, eu sabia que eu poderia viver até os cem anos e visitar todos os países do mundo, mas nada se compara ao que momento único quando eu beijei a garota dos meus sonhos e sabia que meu amor durar para sempre...

Beijo

Querido John

Por toda a minha vida


06 setembro, 2015

Quero você para sempre

{Trecho do livro diário de uma paixão}
Ele terminou seu chá, entrou, pegou um livro, saiu de novo e acendeu a luz da varanda. Depois de se sentar outra vez, olhou para o livro. Estava velho, com a capa rasgada e as páginas manchadas de lama e água. Era um exemplar de Folhas da Relva, de Walt Whitman*, que ele carregara consigo de um lado para o outro durante toda a guerra. O livro chegou inclusive a receber uma bala por ele.
Esfregou a capa, tirando só um pouco da poeira. Depois deixou que o livro se abrisse aleatoriamente e leu as palavras à sua frente:
Esta é a tua hora, ó Alma, do teu livre voo para lá
das palavras,
Para além dos livros, da arte,apagado o dia,
concluída a lição,
Quando tu emerges plenamente, silenciosa, olhar
fixo, meditando sobre os temas que mais amas,
A noite, o sono, a morte e as estrelas.1**


Inteirinho seu



Te amo. Te amo de um jeito que eu tento explicar e não sei. Palavra fica presa. Engasgo, afogo e uso palavras pela metade. Na hora H sempre falta uma vogal. Mas quer, de novo, saber? Meu coração nunca foi pela metade: sempre foi-inteirinho-seu.

Um dia de chuva


Te amo além do amor


Um bom domingo